terça-feira, 21 de setembro de 2010

A VERDADEIRA HISTÓRIA DE ABRAÃO E OUTROS

A VERDADEIRA HISTÓRIA DE ABRAÃO:
quinta-feira, 27 de agosto de 2009

A história real da vida de Abraão
Meu caro irmão e amigo Ubirajara:
27-08-2009.


Gostei do tema que você escolheu e é exatamente por isto que eu resolvi escrever algumas palavras a respeito do velho Patriarca Abraão no sentido tão somente de enriquecer ainda mais o teu currículum Cristão – Amém!

PRIMEIRO:
A história real da vida de Abraão ninguém sabe falar a respeito. Quando eu digo ninguém, é porque ninguém mesmo pode se dá ao luxo de dizer: eu sei. A Bíblia começa a falar de Abraão já aos 75 anos de idade. Não era mais nenhum adolescente, nenhum rapazinho ou mesmo nenhum homem adulto. Era já um ancião se considerarmos a realidade da sociedade em que vivemos. É justamente no momento em que Deus pela primeira vez fala com o Patriarca e manda ele sair daquela terra dos Caldeus, na Babilônia, berço da humanidade e de toda história Bíblica. Ali foi o palco principal de tudo quanto nós sabemos hoje. Mandando-o ainda deixar toda a sua parentela.

Aqui está Abrão aos 75 anos de idade quando deixou a terra dos Caldeus! e embaixo você vê como era Sara, a grande patriarca dos Hebreus.


Sara, irmã e esposa de Abrão, aos 65 anos de idade quando deixou a Babilônia com seu marido.


SEGUNDO:
Daí em diante a vida de Abraão tornou-se diferente, semelhante aos ciganos onde não tem lugar certo de viver ou de morar. Ninguém sabe se Abraão já tinha tido algumas mulheres, esposas ou concubinas, pois, a História da Civilização nos fala que naquela época o ser humano já aos dez(10) anos era cônscio de suas responsabilidades, já se armava para defender a própria vida, dos homens maus e dos animais predadores. Era uma luta constante em favor da própria sobrevivência. Basta lembrar que Deus, o Nosso Soberano Criador, depois que enviou Jesus para a terra, só permitiu que ele entrasse na vida pública aos 30 anos de idade. Pois, é justamente quando se começa: Aos 30 anos. E quando o homem tem sobre si uma determinada influência de soberania e de liberdade espiritual para, pensar e refletir sobre o certo ou o errado.

TERCEIRO:
Basta lembrar também do Apóstolo João, que começou seu discipulado ao lado de João Batista em sua plena adolescência, e era por isto chamado o mais novos dos Apóstolos. Mesmo depois que tornou-se discípulo de Jesus, era ele o mais jovens de todos. Então, como todos sabem, qualquer criatura de pouco saber literário poderá conhecer o espaço de tempo que flutua sobre 75 anos de idade. É uma vida inteira. Então só podemos falar de Abraão dos 75 anos para cima. ( Gen. 12:4 ).

QUARTO:
É bom se registrar, que antes de falar de casamento, de sinceridade, de homem puro, justo, que Abraão era casado com uma mulher filha do irmão do seu pai e que esse tipo de parentesco era identificado e respeitado como sendo irmãos. Ela era ossos dos ossos de Abraão, o que na realidade era muito comum naquele período. Os homens buscavam mulheres para casar dentro da própria família. As mulheres estranhas eram para o prazer e reprodução humana e nada mais. Se sabe também que a mulher não tinha nenhum valor social naquela época. Quando uma mulher ao dar a luz e se sabia que era menino o pai e a família com os amigos festejavam semanas inteiras por ter recebido dos Céus um Varão. Quando nascia uma fêmea era motivo de tristeza. As mulheres sempre foram descriminadas no regime patriarcal, como foram também os homens quando do regime matriarcal.

QUINTO:
A esse respeito basta lembrar de Diná, filha de Jacó e bisneta de Abraão. Essa moça não teve o direito nem mesmo de morar com o homem que ela escolheu para seu marido, o Príncipe de Siquém. Ela era desprezada do pai e dos irmãos. Prova disto, basta você buscar quando da morte de Jacó e que ele chamou todos os filhos para receber sua bênção, mas, a Bíblia não registra nem mesmo a presença de sua filha, por sinal, a única. Ela não recebeu a bênção do pai. Até os filhos de José do Egito recebeu a bênção de Jacó, mas Dinão não recebeu, numa total descriminação e com certeza isto não era da vontade de Deus, mas, do homem, do homem machão. ( Gen. 34: 1-3. e Gen. 48: 11-21 e ainda Gen; 49:1-49 ).

DA PEREGRINAÇÃO DE ABRAÃO E A DECISÃO DE SARA:

SEXTO:
Dez ( 10 ) anos depois de estar morando na terra de Canaã , Abraão com 85 anos de idade e Sara com 75 anos, ela então vendo que não tinha filhos, por ser estéril, pediu ao marido para se deitar com a sua serva Agar para que assim através dela ( sua propriedade ) vim filhos aos seus braços ( braços de Sara ). Abraão não pensou duas vezes, e com muita razão. Foi e deitou-se e fez o que qualquer homem faria e assim Agar concebeu. Todavia, como tudo na vida muda, o que é natural, Sara ao ver sua serva grávida sentiu ciúme ou inveja e passou a perseguir a pobre e indefesa escrava. Quando eu digo pobre é porque uma serva ou uma escrava naquela época não tinha direito nem de conviver com o seu próprio filho se os seus senhores ( verdadeiros donos ) não permitisse. ( Gen. 16:3 ) E, logo no ano seguinte, nascia ISMAEL.

Agar era mais ou menos assim: Jovem, atraente e muito linda, o que com certeza causaria ciúme em qualquer mulher.


SÉTIMO:
O irmão Bira deve saber que antes da instituição da Lei Mosaica era lícito ao homem ter quantas mulheres pudesse ter e isto não era imputado como pecado. Ter sua mulher principal, aquela que o homem retirou de dentro da casa dos pais dela sob o seu consentimento, sobre a amarração de um pacto feito entre palavras de ambos e que nós do mundo civilizado a chamamos de esposa ( esposa naquela época não existia no dicionário hebraico nem no seu linguajar ). Era permitido ao homem comprar quantas escravas pudessem comprar e, tão logo essas mulheres se tornassem suas servas, suas escravas ( PROPRIEDADE EXCLUSIVA DO HOMEM ) ele, por ser o dono das escravas fazia com elas o que bem entendessem e até a negociava com outros homens quando achasse alguma vantagem. Era o costume da época.

OITAVO:
Vamos lembrar JACÓ, neto de Abraão: Esse Patriarca foi o único que teve a primazia de ter duas esposas. Ambas as mulheres filhas do mesmo pai, cujo nome era LABÃO. Vale registrar que Jacó amava Raquel de coração e para tê-la como esposa negociou com o pai da moça trabalhar em serviços pesados por um período de sete (7) anos. O acordo foi fechado e depois de se passarem os sete anos, Labão em vez de entregar Raquel, conforme o combinado, entregou Leia para ser esposa de Jacó. Naquela época não era lícito ao homem ver o rosto da prometida esposa antes de se deitar com ela e, foi assim que Labão procurou enganar o seu genro. A trama de Labão só foi mesmo descoberta na manhã seguinte, quando Jacó pôde identificar quem dormira ao seu lado e com quem ele coabitou. Então Jacó entristeceu-se com o genro e tio também, pois, Labão era irmã da mãe de Jacó, Rebeca. E, assim foi feito outro tratado: Jacó trabalharia outros tantos anos para Labão para então receber também Raquel como sua segunda esposa. Esta é a história de ter Jacó duas esposas legítimas. Legítimas porque foram tiradas do seio da família. Legítimas porque ocorrera um acordo entre pai e sogro. Quanto as duas concubinas, isto aconteceu devido a uma disputa entre as duas irmães pelo amor de Jacó, mas, na verdade Jacó sempre amou mais e verdadeira a Raquel.. Por essa razão Jacó foi dono e conviveu debaixo do mesmo teto com quatro (4) mulheres. ( Gen. 29:16, 23 e 18 ).

NONO:
Voltando à Abraão: Agar concebeu – engravidou de Abraão – e nasceu ISMAEL para propiciar ao velho Patriarca uma verdadeira alegria. Uma criança, de seu puro sangue. A felicidade de Abraão era estampada em seu rosto e no seu viver, fato que entristecia demais SARA, sua esposa. Tudo corria maravilhosamente bem dentro da família, pensava Abraão. Mas, nascia pela primeira vez em Sara o vírus diabólico do ciúme que a perturbava diuturnamente, tirando-lhe a paz.. ( Digo mau satânico, porque é justamente através do ciúme que muitos lares estão sendo destruídos, para a alegria de satanaz ). Finalmente Sara não suportando aqueles galanteios do marido ao menino Ismael, dominada, como já falei pelo ciúme, procura o marido e diz: “ A minha serva, a serva que eu te dei para se deitares com ela, ela hoje me ignora e me despreza pelo olhar “.. Abraão então se deixa se levar pelo respeito que tinha por SARA, ATÉ PORQUE, ELA ERA SUA MEIA IRMÃ, osso dos seus ossos e disse que a escrava era dela e que ela fizesse o que quisesse fazer. ( Gen. 16:5 )

Ismael aos 5 anos de vida


DÉCIMO:
Irmão Bira, o grande erro de Abraão não foi porque se deitou com sua serva ( ele poderia ter se deitado com quantas e quantas delas quisesse, era atributo que o homem possuía como chefe da família e Sara sabia das prerrogativas do marido ). O erro de Abrão foi em ter dado vacilo. Ele vacilou no Comando da casa e da família. Deu à Sara total liberdade de ação e para agir como quisesse contra a pobre coitada escrava. Foi quando Sara munida das armas que precisava, passou então a perseguir e a humilhar a sua própria criada, a sua serva. Infernizou tanto a vida da pobre mulher, sem ao menos respeitar seu estado de gestação que ela foi obrigada a fugir daquela propriedade por dentro dos matos e do deserto por causa de sua senhora. ( Gen. 16: 6,8,9,10 e 11 ).

DÉCIMO-PRIMEIRO:
A aflição e os sofrimentos de Agar foram tantos que chegaram até aos Céus e, Deus envia no mesmo instante um de seus anjos ao encontro da escrava Agar. A encontra muito longe, com sede e com fome e com muita tristeza e, o Anjo consegue convence-la a voltar para a Casa de Abraão e a orienta para que se sujeitasse à vontade de sua senhora SARA quando Agar resolveu voltar. O Anjo falou a Agar que Deus faria do menino Ismael uma grande nação. ( Gen. 16: 10,11 e 12 ). Vale registrar que o pior estaria para acontecer na vida de Agar por causa do ciúme doentio de Sara.

O Anjo que falou com Agar no deserto, quando ela fugia da presença de Sara !

DÉCIMO-SEGUNDO:
SARA, quando tinha 89 anos e seu marido 99 anos de idade recebeu de Deus a promessa de lhe fazer nascer uma criança. Nem ela nem o marido acreditaram muito devido a sua avançada idade. O menino prometido se chamaria Isaque e dele se formaria milhões de nações por todo o mundo. E, para não alongara muito, o que Deus prometeu aconteceu. SARA era mãe de seu próprio filho, tinha ela 90 anos e seu marido 100 anos de idade. Era o filho da promessa. (Gen.21:1-5).

DÉCIMO-TERCEIRO:
SARA depois que ISAQUE nasceu não era a mesma mulher. Era uma pessoa feliz que sorria atôa e tornou-se mais severa principalmente com sua maior rival, Agar. Estava Ismael com 13 anos de idade quando Deus prometeu a Abraão que lhe nasceria um filho. ( Ge. 17: 20-21 ). Quando Isaque nasceu Ismael era adolescente, tinha 14 anos de idade e muito pegado ao pai. ( Gen. 21:5 ). Ora, numa determinada oportunidade Sara de longe observa seu filho brincando nos braços de Ismael e com raiva do filho de sua escrava procurava um jeitinho de fasta-lo do convívio e da companhia cotidiana de Isaque. Não deu outra: levantou-se e foi atrás do marido e disse: “ Abraão, manda embora de minha casa esta serva e o seu filho, porque o filho desta serva não herdará nada com o meu filho Isaque “. O dia em que a Bíblia registrava esse acontecimento foi justamente o dia em que se festejava o DESMAMAMENTO DE ISAQUE. As palavras de SARA magoou e humilhou o coração de Abraão. A tristeza foi a companhia por todos os momentos em que se encontrasse o velho patriarca. Respeitava muito Sara. Ela além de ser sua esposa era filha do irmão de seu pai. Mandar a escrava embora tudo bem, mas seu filho...Isto foi demais para o coração de Abraão. E a história nos diz que Abraão sofreu tanto para tomar aquela decisão, para ver se atendia ou não atendia o pedido de Sara que foi preciso Deus mandar do Céu seu Anjo para acalmar e fortificar o coração do velho patriarca. ( Gen. 21: 6,9 e 10 ).


Quadro que representa Sara mandando seu marido botar pra fora de casa a escrava Agar e seu filho Ismael.


DÉCIMO-QUARTO:
Meu caro Bira, você por ser moço, jovem, não ter sido pai ainda, talvez não possa calcular o tamanho dos sofrimentos daquele velho pai ! A humilhante situação em que ele passou. Mandar embora a coisa mais querida de sua vida, o filho, simplesmente por respeito à Sara.A Bíblia nos relata que Abraão além de marido de sara à considerava também como sua irmã. Naquela época, primo e sobrinhos eram considerados irmãos. ( Gen. 11: 26-31 ). A felicidade de Abraão só aconteceu quando Deus através de seu Anjo o procurou e lhe confortou, prometendo inclusive que faria de Ismael uma grande nação e que sempre o abençoaria ele e sua mãe, porque ele, o menino, era sua semente. ( Gen. 21: 13, 17-21 ).

DÉCIMO-QUINTO:.
Meu caro Bira: nessa história toda, enquanto até hoje o mundo se divide quando cada um com pensamentos diferentes e as discussões dividindo grande número de opiniões de leitores, de estudantes e de grandes nomes da nossa literatura sobre a posição de Sara e o frágio discernimento de Abraão sobre o abandonar ou não abandonar o filho e isto vem dividindo muita gente até hoje. Enquanto isto, do outro lado do mundo, os dois principais filhos de Abraão – Ismael e Isaque – se abraçavam, e se davam as mãos, numa verdadeira união, inclusive, na morte do pai, os dois estavam ali perante e diante do mundo providenciando o sepultamento do seu genitor. ( Gen. 25:9 ).

Abraão de mãos postas orando ao Pai sobe a decisão à tomar em relação ao pedido de sua mulher Sara referente à sua escrava Agar e a seu filho Ismael.


DÉCIMO-SEXTO:
Existem escritores Bíblicos que falam que quando Sara morreu, ela vivia sozinha ou estava sozinha. Ninguém sabe bem a onde estava Abraão no momento do falecimento da velha patriarca. A Bíblia registra que ele veio para o sepultamento da esposa. Existe um outro registro que depois da morte de Sara Abraão casou-se novamente com uma mulher por nome de Kentura e com a qual foi pai de seis(6) filhos ( Gen. 25: 2-3 ).

Finalmente, se registra que Abraão teve outras mulheres e concubinas e foi bom pai para todos os se us filhos, mas, o seu xodó mesmo foi com Isaque e Ismael ( Gen.25:6 ). É bom saber que nem por isto deixou de ser amado por Deus. O amar sempre foi um ato abençoado por Deus, até porque, naquela época era difícil um homem respeitar ou amar mesmo uma só mulher. Nada disto foi imputado como pecado.

Essa história de pecado por adultério, por bigamia, isto surgiu na constituição da Lei criada por Moisés e dita por Jesus como instrumento do homem. Mesmo com a lei severa de Moisés, os homens nunca respeitaram a mulher e nem nunca deixaram de ter dezenas de mulheres, amantes e concubinas.

Aparece Jesus, o Filho de Deus e acaba com a brincadeira, quando determinou: “ Aquele que pelo menos olhar de maneira impura para uma mulher já pecou no coração contra ela e contra Deus “. É adúltero. Fato que gerou entre os doze apóstolos uma grande contenda verbal envolvendo e interrogando o próprio Cristo sobre a situação do homem junto a mulher.

O que acontece no mundo atual Bira, é que existe divulgação muitas vezes irresponsáveis por alguém interessados em destruir a pessoa do homem. O homem com todas as suas falhas ainda é o Comandante de sua casa e o Varão da Família. Cabendo a ele ter respeito e seguranças em suas atitudes e em seu gerenciamento. O homem vem pecando por idolatrar demais a mulher e nem todas estão capacitadas a receber tão grande elogios. Não são todas, é claro. Mas, amar, acima de tudo é o homem respeitar a mulher que tem. Saber dirigir e governar a sua vida e a vida de seus filhos. É ser atencioso, carinhoso e compreensivo. Não é preciso idolatrar. Muitas vezes um homem pode idolatrar uma mulher em público, na Igreja, na cidade, na televisão, na rua e dentro de casa espanca-la e viver humilhando-a.

Uma coisa que talvez tenha passado por você e por tantos homens despercebidos: Poucas vezes testemunhamos uma mulher idolatrar o marido ou o homem com quem vive ! Ela quando quer ser boazinha diz: Meu marido é bom, é uma ótima pessoa ! Já o homem procura destruir por sua ingenuidade uma grande amizade ou um grande casamento. Nunca demonstra autoridade para a mulher, nunca determina nada, sempre deixa a mulher fazer o que bem quer fazer e, quando um dia ele levanta a cabeça e re solve proibir determinadas atitudes da mulher, é uma verdadeira guerra e muitas vezes acaba em separação conjugal.

Quando você escutar uma mulher casada dizer: Meu marido não manda em mim, ou, eu sou esposa dele mas não sua escrava – Com certeza Bira esse casamento está verdadeiramente acabado, e destruído para sempre. Ninguém vive de maneira independente, Desde o nosso nascer até o nosso partir daqui para outras galáxias, acreditas ? ou para o Céu se for um Cristão verdadeiro como eu e você !

E assim, posso te dizer: Foi o que faltou em Abraão: Faltou-lhe autoridade moral dentro de sua própria casa. Se deixou governar por uma mulher mimada. O gesto de Sara para com Abraão ao dá a sua serva para ele se deitar com ela, não foi um gesto de carinho nem de bondade para o marido, mas, foi um gesto ambicioso de ter filhos através de sua serva. ( No mundo atual isto se chama barriga de aluguel ). A Bíblia nos fala que a serva ou o servo quando tem filhos na condição de escravo ou escrava, de serva ou de servo, os filhos nascidos dentro de sua casa ou dentro de sua propriedade são seres nascidos de propriedade legítima do seu senhor. Era justamente o que Sara pretendia, mas, veio o ciúme e depois veio também a intervenção Divina e mudou todos os seus planos. ( Os planos de Sara ).

Abraços do irmão e amigo 27-08-2009

DAVID PESSÔA DE BARROS
davidpessoa@yahoo.com.br

Minha pretensão é enriquecer ainda mais os teus conhecimentos sobre a vida desse grande patriarca, Abraão - Amém.

Embaixo observamos os templos religiosos ( as mesquitas ) onde o mundo ora e pede perdão de seus erros à Deus !


Escrito por David Pessôa
davidpessoa@yahoo.com.br

Postado por David Pessôa às 4:37:00 PM 1 comentários
terça-feira, 11 de agosto de 2009

O senhor tem certeza de sua salvação?



Domingo, 2 de Agosto de 2009 17:26
De: "Dr. Dário Barros"
Exibir informações de contato
Para: davidpessoa@yahoo.com.br
Formulário no site Blog do DAVID PESSÔA enviado em 02/08/2009 - 17:26 hs.

Nome: Dr. Dário Barros
Email: dr.dariopessoa@yahoo.com.br

Mensagem: O sr. depois que matou e feriu gente, deu muitas tapas e agora se diz salvo. O senhor tem certeza de sua salvação ? Em que o senhor se firma para ter tanta certeza. O senhor é realmente outro David ou continua sendo o mesmo ?

Dário Barros

IP: 187.42.128.78



Claro que tenho certeza da minha salvação, caro participante.
.

Pelo que você escreveu anteriormente, percebo que é Advogado. Ora, ninguém vai te procurar se não estar precisando de algum serviço de tua parte, certo ? Ninguém vai procurar um médico sem estar doente ou precisando saber de algo em seu corpo, certo ? Assim aconteceu no princípio. Deus vendo que o homem não tinha como escapar da condenação eterna, devido as suas grandes falhas e fragilidade de espírito, vendo que o mundo ou que do mundo ninguém escaparia e ele como não tem interesse pela morte ou pela condenação de suas criaturas resolveu mandar à terra, já no mundo materializado, o seu único filho para salvar todos quantos pecaram.
.
Ora, se na terra existissem apenas pessoas puras e sem pecados, Deus jamais teria enviado Jesus para este monte de pedra podre, que na verdade é a nossa terra. Estamos caminhando apressadamente para o Apocalipse. Entretanto, todo pecador, seja ele ladrão, criminoso, prostituta, falsário, que seja viciado em álcool ou em drogas, que seja sodomita ou estuprador ou ainda aproveitador de crianças, todos esses elementos se um dia, com sinceridade se arrependerem do que praticaram e nunca mais fazer novamente, eu te digo com muita certeza que o Pai, o Deus todo Poderoso, estará de braços aberto para receber cada um dos que tais coisas fizeram no decorrer de suas vidas.
.
Para acreditar é preciso se crer. Jesus foi o único homem sobre a terra que salvou vidas materiais e espirituais, curou doenças e ressuscitou mortos e até hoje com tantos jornalistas, escritores, com tantos críticos, ninguém tem coragem de dizer: são coisas fantasiosas, tudo isto são mentiras. Não. Ninguém diz porque sabem que foi realmente verificado tudo quanto está descrito na Bíblia Sagrada.
. ..
Um abraço do irmão em Cristo DAVID PESSÔA.
05-08-2009.

Postado por David Pessôa às 12:43:00
Segunda-feira, 27 de julho de 2009
Observe o que acontece...




AINDA QUE NÃO POSSAS VER, ..... DEUS ESTÁ CONTIGO.

Vamos orar rapidinho?

Hoje, Senhor, agradeço pela noite maravilhosa,
pelo cobertor que me aqueceu,
pelo meu alimento,
por mais um dia de trabalho.

E principalmente por mais um dia de vida
Abençoa, Senhor, meus amigos e inimigos,
porque eles também precisam de Ti.

Abençoa, Senhor, o meu amigo que está lendo esta mensagem agora,
realize os seus sonhos,
lhe dê a vitória que lhe é necessária,

Amém!
Passe esta mensagem, bem depressinha, o máximo que você puder e, em instantes, muitas pessoas estarão orando por você.
Que DEUS abençoe a todos vocês!

Postado por David Pessôa às 11:36:00 AM 0 comentários
sábado, 25 de julho de 2009







VOCÊ ACEITARIA OU CONCORDARIA NA SUA IGREJA
UMA MULHER COMO PASTORA EVANGÉLICA ?
.
Autor da pergunta: Pastor Severino dos Ramos Wilarins.
Autor do trabalho: David Pessôa de Barros.
.

1 - Jesus, o filho de Deus, certa vez falando para os Apóstolos, disse: “ Também do meu Espírito derramarei sobre os meus servos e minhas servas e naqueles dias profetizarão “ . ( Atos cap. 02: 18 ). Aqui se vê claramente que Jesus não fez distinção entre homem e mulher. Aqui o Soberano Senhor os colocou dentro de um mesmo mundo, dentro de um mesmo conceito, enfim, dentro do mesmo patamar. Conceito de dever e de obrigação espiritual.
.
2 - O Profeta está acima do pregador, segundo o testamento Sagrado. Ora, se a mulher, através da vontade e do chamado de Deus se tornou profetisa para profetizar, imagine, o ser ela simplesmente pastor de ovelhas ? Muito embora o verdadeiro Pastor de Ovelhas é Jesus, o nosso Soberano Senhor e Salvador, os demais são os seus fiéis seguidores, os caçadores de almas.

3 - Se folhearmos a Bíblia vamos encontrar uma série de mulheres Santas que receberam de Deus esse Ministério, começando por MIRIÃ, a grande Profetisa, irmã de Arão, que era verdadeira líder entre as mulheres hebréias. ( Êxodo 15:20 ). Daí vamos localizar a Profetiza HULDA, bastante conhecida e respeitada pelo povo de Israel ( 2º Reis 22:14-15 ). Daqui vamos andando mais um pouquinho e encontramos “ DÉBORA “, A grande mulher “ Profetiza “ pela parte de Deus e pela parte dos homens era Juíza, uma espécie de Governadora ou de Rainha. ( Juízes cap. 4:4 )
.
ERA CRISTÃ
.
4 - ANA, Profetisa em Israel, Jerusalém ( Lucas 02:36 ). Mais adiante encontramos Felipe pai de quatro(4) filhas virgens e todas eram Profetisas ( Atos dos Apóstolos 21:8-9 ).
.
5 - E, finalmente, encontramos mais adiante o Apóstolo Paulo orientando tanto homens Profetas como as Mulheres Profetisas como se devem se portarem em seus ministérios, usando o véu em suas cabeças. Dizia Paulo: Todo homem que ora ou que Profetiza tendo a cabeça coberta, desonra a sua própria cabeça ( 1º Coríntios Cap. 11: 4 ). E, se referindo as mulheres, disse: Mas toda mulher que ora ou Profetisa com a cabeça descoberta, desonra a sua apropria cabeça, porque é como se estivesse raspada. ( 1º Coríntios cap. 4:5 ).
.
Caro Pastor: Se fosse mesmo escrever a respeito do tema que o senhor me solicitou com certeza escreveria centenas de páginas. Mas, prefiro ficar por aqui para não gastar muito tempo. Até porque eu sei que o que o senhor pretendia era saber a minha opinião. E, quem sou eu, um pecador que se arrasta nesta estrada interminável, quanto mais caminho mais longe parece ficar o meu destino final. Me arrasto de dia e de noite por um caminho por demais difícil e tortuoso, na esperança de encontrar mais inteligência, mais espiritualidade, mais humildade, mais conhecimento daquilo que Jesus nos deixou para ser feito.
.

Como homem não vou opinar a respeito. Porém, como homem cristão que sou, e na condição de soltado do Senhor Jesus, o Cristo vivo de Deus, concordo plenamente. Porque não ? Uma vez Jesus falou para João, o seu Apostolo amado “ João quem não é contra mim e por mim “. Deixai usar o meu nome, porque ninguém usará meu nome se o Espírito Santo não estiver com ele.
.
Abraços, amigo Wilarins.
.

Recife, 23 de Julho de 2009.
.
a) DAVID PESSÔA DE BARROS.
Um Pesquisador Bíblico.

davidpessoa@yahoo.com.br



Postado por David Pessôa às 4:11:00 PM 1 comentários
sexta-feira, 10 de julho de 2009
"A VOLTA DO FILHO PRÓDIGO"




A VOLTA DO FILHO PRÓDIGO
Evangelho Segundo Lucas...
( Cap 15: v. 1 a 32. )

Foi o Evangelista Lucas, contemporâneo do apostolo Paulo e seu companheiro de grandes momentos e que ouviu de Maria, mãe de Jesus, as narrativas vividas pelo Mestre. Foi ele quem escreveu também ATOS DOS APOSTOLOS.

Na grande cidade de éfeso vivia Maria ( mãe de Jesus ) com o discípulo João, quando foi visitada por Paulo e Lucas e ali depois de ouvi-la pôde escrever boa parte de seu evangelho. Além de médico era Lucas escritor e em sua narrativa sobre o Filho Pródigo com sensibilidade e talento, nos apresenta esta página maravilhosa.

Descreve Lucas:

Certo homem tinha dois filhos. O mais moço disse ao Pai: Dá-me a parte que me cabe dos bens. E o pai atendeu o que o filho pedia. Dias depois ele ajuntando tudo o que era seu, partiu para uma terra distante e lá gastou tudo quanto possuía ( dos bens que seu Pai lhe dera ). Passado não muito tempo o filho mais moço vivendo de orgias, muitas mulheres, bebidas e amigos consumiu tudo quanto tinha.

Sobreveio àquele país uma grande fome, e ele começou a passar necessidades.Então ele foi e se agregou a um dos cidadãos daquela terra, e este o mandou para seus campos a guardar porcos. Ali ele desejava se fartar das comidas que os porcos comiam, mas ninguém lhe dava nada. Então caindo em si disse: Quantos trabalhadores de meu Pai têm pão com fartura e eu aqui, morrendo de fome. Levantar-me-ei e irei Ter com meu Pai e lhe direi: Pai, pequei contra o céu e contra Ti. Já não sou digno de ser chamado Teu filho, trata-me como um dos teus trabalhadores. E, levantando-se foi para o seu Pai.

Vinha ele ainda longe, quando seu Pai o avistou, e compadecido dele, correndo o abraçou e beijou. E o filho lhe disse: Pai, pequei contra o céu e diante de ti: já não sou digno de ser chamado teu filho.

O Pai porem, disse aos seus servos. Trazei depressa a melhor roupa, vesti-o, pondo-lhe um anel no dedo. E sandálias nos pés. Trazei também e matai o novilho cevado. Comamos e regozijem-nos, porque este meu filho estava morto e reviveu. Estava perdido e foi achado e começaram a regozijar-se.

Ora o filho mais velho estava no campo: e, quando voltava ao aproximar-se da casa, ouviu a música e as danças. Chamou um dos criados e perguntou o que era quilo. O criado informou: Veio teu irmão e teu Pai mandou matar o novilho cevado, porque o recuperou com vida.

Ele se indignou e não queria entrar em sua casa. Saindo porem o Pai, procurava conciliá-lo. Mas ele respondera: Pai, há tantos anos que te sirvo sem jamais transgredir uma ordem sua, e nunca me deste um cabrito sequer para alegrar-me com os meus amigos. Vindo porem, esse teu filho, que desperdiçou os teus bens com meretrizes, com bebidas e com outros tipos de devassidão, tu mandaste matar para ele o novilho cevado?

Então lhe respondeu o Pai: Meu filho, tu sempre estás comigo: Tudo o que é meu é teu. Entretanto era preciso que nos alegrassemos, porque esse teu irmão estava morto e reviveu estava perdido e foi achado. (Livro de Lucas 15: 1-32 )

DAVID PESSÔA DE BARROS, ( Pesquisador Bíblico )
Em 10-07-2009.


FAÇA BRILHAR SUA LUZ ...!
Autor: David Pessôa


Não se acende uma candeia para se colocá-la embaixo da mesa. Coloca-se no lugar mais alto da casa para que ilumine a todos.

Grite o que sabe dos telhados.

Não tenha medo de multiplicar os seus talentos.

Busque no mais fundo de seu ser o seu tesouro, e divida-o com os outros.

Dê livremente o que de graça recebeu.

E siga sempre o seu coração, pois ele é o seu caminho, a sua verdade e a sua vida.

Assim como os antigos se guiavam pela luz das estrelas, os de hoje devem se guiar pela Luz do coração.

Aquiete sua mente e ouça o que a voz do silêncio tem para lhe ensinar.

Acima de tudo o amor.

Eu poderia aqui lhes falar de profecias e coisas terríveis e escabrosas. Mas com que finalidade?

Será que o mais importante que é a reforma interior ainda estaria sendo feita no meio de tantos alardes? Será que cuidariam de sua alma como cuidam de seus jardins, ou sairiam por aí como loucos gritando: "O fim está próximo! Estamos todos perdidos!"? A que isso tudo nos leva? O que de bom isso constrói?

Constatar que o mundo esta tenebroso, mas que se arregaçarmos as mangas, isso tudo poderá ser amenizado e talvez revertido é bem diferente de se desesperar achando que tudo se explodirá amanhã.

Os avisos são justamente para que se tomem atitudes e façam o que puderem para mudar, seja interna ou externamente.

Ou então não se teria sentido em se avisar sobre tais coisas. Seria pura maldade. Como dizer a alguém que ele está doente, mas não lhe dizer que existem remédios e que ele pode e deve se tratar. Deus não é mau. Ele é amor.

Cuidado com os alarmistas que dão datas e previsões catastróficas, mas não dão a luz no fim do túnel. Não mostram uma saída.

Reflitam.
Com Amor de quem vos Ama.
Postado por David Pessoa
“Um pesquisador Bíblico”
E-mail davidpessoa@yahoo.com.br

.
Postado por David Pessoa
“Um pesquisador Bíblico”
E-mail davidpessoa@yahoo.com.br


Arquivos do Blog
▼ 2009 (26)
▼ Agosto 2009 (2)
A história real da vida de Abraão
O senhor tem certeza de sua salvação?
► Julho 2009 (10)
Observe o que acontece...

VOCÊ ACEITARIA OU CONCORDARIA NA SUA IGREJA UMA MU...
"A VOLTA DO FILHO PRÓDIGO"
Brilhe sua Luz.
O meu caminho é o caminho do coração.
Os mercadores do templo
Os mornos
Muitas vezes na vida eu paro e penso...
A humanidade só conquistará verdadeiramente a paz ...
Como podeis comprar ou vender o céu, a tepidez do ...
► Junho 2009 (11)
O ser que se afasta de Deus, está morto e não sabe...
Guerreiros, o bom combate vos espera.
Se testifico acerca de mim mesmo, o meu testemunho...
O Sermão da Montanha - Segundo o Evangelho de São ...
Mas é tempo de Quaresma. A Páscoa está próxima.
Ainda é tempo
Ainda é tempo...
Ouçam o vento. Nele vem guardado muitas coisas...
Amai-vos uns aos outros como eu os amei.
Como o clarão brilha do oriente ao ocidente, assim...
A lição da borboleta.
► Maio 2009 (3)
REPLICANDO O RESUMO DA PESQUISA, O AUTOR DAVID PES...
A vida de Judas Iscariotes
Conheça o livro: "SERÁ QUE JUDAS TRAIU JESUS?"

Quem sou eu

DAVID PESSÔA DE BARROS
Recife, Pernambuco, Brazil
Nasceu em Goiana, Pernambuco em 31.01.1943, é Escrivão de Polícia Especial aposentado da SDS/PE; Autor do livro “Será que Judas traiu Jesus?” (1978 – Única Edição); membro da Igreja Batista do Alto José do Pinho, em Casa Amarela, Recife-PE e 2º Secretário da SHB – Sociedade de Homens Batista, sita à Rua Maragogí, nº 56, Alto José do Pinho, Casa Amarela, Recife-PE; podendo ser contatado através dos Fones (81) 3441.4256 ou (81) 9957.6058 ou por E-mail através do endereço - davidpessoa@yahoo.com.br - para consultas bíblicas e palestras. Recife/PE, 28 de maio de 2009.
Visualizar meu perfil completo


Teste aqui a velocidade do seu PC

Nenhum comentário:

Postar um comentário